Fifa combate venda ilegal de ingressos da Copa do Mundo de 2014

A seis meses do Mundial, mais de 130 empresas e operadores pelo mundo já foram identificados oferecendo ingressos sem autorização, da China à Costa Rica, da Austrália ao Brasil. As informações são da Match Service AG, empresa que tem os direitos exclusivos para a venda de ingressos.

“Estamos vendo um mercado negro enorme e com preços que chegam a ser 300% superiores ao valor original das entradas”, disse à reportagem o conselheiro legal da Match, Imran Patel. “São extorsões que se aproveitam do desespero das pessoas por ingressos.”

A única forma de adquirir uma entrada para um jogo da Copa é por meio do site da Fifa. A Match vende entradas VIP, principalmente para empresas. Patel diz que, em apenas uma semana depois do sorteio das chaves da Copa, já foram identificadas pelo menos 30 novas empresas que passaram a anunciar a venda de entradas. Antes, o número era de 100. “Esse é um fenômeno que deve ganhar força até o final do ano e em 2014.” Ele acredita que até o fim do ano mais 50 ou 60 empresas aparecerão no mercado.
Leia mais: Fifa combate venda ilegal de ingressos da Copa do Mundo de 2014 » Correio de Uberlândia Online


Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019