Para Romário, Rio de Janeiro já tem o próximo prefeito: ele mesmo via @Reinaldo_Cruz #QuestãoBrasil

Deputado Romário, antes aliado de Cabral, pode concorrer com o próprio ao Senado ou até mesmo ao Governo
Mas a situação de Romário pode leva-lo a partir para outras disputas, pois nada o impede de concorrer a uma cadeira no Senado da Republica ou até mesmo entrar na briga pelo Palácio Guanabara, mas ai já é uma outra história.

Coisas de Romário, um confiante inveterado. Para quem corre o risco de perder o mandato por infidelidade partidária, e está sem partido, o deputado federal Romário demonstra uma calma incomum, que lembra os tempos de frieza do Gênio da grande área. E só mira o horizonte: está focado em se tornar o sucessor de Eduardo Paes na Prefeitura do Rio de Janeiro, em 2016.

Explica-se: após anunciar a desfiliação do PSB, há duas semanas, o ex-craque busca uma nova sigla que abrigue a ele próprio e o ambicioso sonho político.

O problema é que o suplente de Romário na Câmara, Carlos Victor (PSB-RJ), pretende despachar o deputado da Casa por infidelidade partidária e assumir a vaga.

Com a situação ainda inconclusa, Romário conversou com o site da EXAME.com e já se disse pronto para chefiar o Executivo carioca, embora tenha menos de três anos de atividade política - diplomou-se deputado em 2011.

"Eu posso vir a ser um grande administrador para a cidade", garante o político com a mesma enfáse que lhe era peculiar ao prometer gols para a torcida.

Leia mais: Para Romário, Rio já tem próximo prefeito: ele mesmo - EXAME.com

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019