Exame descarta pólvora, mas polícia diz que arma estava na mão de menino suspeito de matar família via @Reinaldo_Cruz #QuestãoBrasil

A Polícia Civil informou, na tarde desta terça-feira (6), que o exame residuográfico — que constata pólvora nas mãos — feito em Marcelo Eduardo Bovo Pesseghini, de 13 anos, deu negativo. O garoto é o principal suspeito de assassinar os pais — que eram policiais militares —, a avó e a tia-avó, na zona norte de São Paulo. De acordo com o delegado Itagiba Vieira Franco, do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa), a análise ainda é preliminar e o resultado definitivo deve sair dentro de um mês.
Leia mais: Exame descarta pólvora, mas polícia diz que arma estava na mão de menino suspeito de matar família - Notícias - R7 São Paulo

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019