Comandados por velhos rivais, Chelsea e Bayern de Munique voltam a decidir título

Inimigos íntimos, Guardiola e Mourinho são os treinadores, em atividade, mais vitoriosos da Europa
Bayern de Munique e Chelsea, vencedores dos principais torneios europeus na última temporada, têm algo em comum para o duelo desta sexta-feira, pela Supercopa da Europa, em Praga, a partir das 15h45 (de Brasília): um novo comandante no banco de reservas.

Coincidentemente, velhos rivais assumiram as vagas de Jupp Heynckes, nos bávaros, e de Rafa Benítez, nos Blues. Pep Guardiola e José Mourinho, desafetos dos tempos de Real Madrid e Barcelona, agora treinam o time alemão e o clube inglês, respectivamente, e voltam a se enfrentar em uma final depois de um ano e meio. No último duelo valendo título, melhor para o espanhol, que levou a Copa do Rei após empate em 2 a 2.

Na temporada 2011/12, Chelsea e Bayern decidiram o título da Liga dos Campeões. Diante de uma Allianz Arena lotada, os bávaros foram derrotados e veem na partida desta sexta-feira, a chance de uma revanche, como contou o goleiro Neuer, ao site oficial da Uefa: "É uma chance única para nós ganharmos este título, Ainda temos algo a resolver contra o Chelsea. Queremos a revanche e esperamos que ela venha em Praga".

Os londrinos buscam sua segunda taça da Supercopa. A primeira veio em 1998, quando a equipe bate o Real Madrid, na primeira edição do torneio realizada em Monaco. Curiosamente, o Chelsea voltou a disputar a competição na temporada passada, a última no principado, que foi a sede fixa por 14 anos. Na segunda tentativa, porém, a equipe foi derrotada por 4 a 1 pelo Atlético de Madri.
Leia mais: Comandados por velhos rivais, Chelsea e Bayern de Munique voltam a decidir título - Futebol Internacional - Superesportes

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019