RT: A queda de braço de Felipão e o Gladiador @SE_PALMEIRAS_ @Reinaldo_Cruz http://youtu.be/aTgyqVqeIyo http://bit.ly/qXDIUw

Folha.com - Esporte - Com Scolari em Portugal, Palmeiras perde do Flu - 16/10/2011


Folha.com - Esporte - Com Scolari em Portugal, Palmeiras perde do Flu - 16/10/2011






A atitude da diretoria do Palmeiras de abrir espaço para uma reconciliação entre Luiz Felipe Scolari e Kleber não tem o aval do treinador para acontecer. Felipão não vê possibilidades de passar a mão na cabeça do indisciplinado atleta que não demonstra muita vontade de voltar a jogar pelo Palmeiras.


Antes de viajar a Portugal, onde foi para acompanhar o casamento de seu filho, Scolari deu um ultimato na diretoria, dizendo que não trabalha mais com o atacante. E ouviu que o preferido do clube era ele, mas na ausência do comandante, o assunto é tratado de outra forma, já que há conselheiros e torcedores que não estão satisfeitos com o trabalho do treinador Penta campeão do Mundo. Esta insatisfação já começa a ter ecos dentro do elenco verde e outros atletas, mesmo titulares não estão felizes com as atitudes de Felipão


O movimento da diretoria é no sentido de rever a briga entre os dois e selar a paz, mas treinador nem cogita essa possibilidade, que, para os mais próximos já manifestou o seu desejo de exigir a saída do Gladiador.


Informações vindas do Parque Antártica, dão conta que Arnaldo Tirone se reuniu com Giuseppe Dioguardi, agente de Kleber e deixou claro para ele que o atacante não fazia mais parte do projeto comandado por, Scolari e com isso já havia sacramentado a saída do atacante do clube.


Ao contrário do que se poderia pensar, já que o time não vem ganhando, Scolari poderia ser demitido e a diretoria teria o apoio total e irrestrito de torcedores e conselheiros. A situação não bem assim e a torcida que acompanhou a derrota do time para o Fluminense sem Scolari, em sua maioria estão do lado do treinador e concordam que Kleber é um jogador problemático e que até agora rendeu muito pouco com a camisa do Palmeiras, enquanto que Felipão é o cara na opinião de vários deles.

Em meio à crise, Scolari não comandou o time alviverde porque viajou para Portugal para curtir a festa de casamento do filho. Flávio Murtosa ficou no banco. O atacante Kleber, que foi afastado pelo técnico e pela direção, também ficou fora do confronto.

O Palmeiras completou cinco jogos sem vitória: continua com 41 pontos. Já o Fluminense, time com melhor campanha no segundo turno, tem 50 pontos e segue firme na luta pelo título do Nacional.
Scolari trava uma queda de braço com o atacante Kléber Gladiador que estaria liderando um motim para derrubar o experiente treinador. A ida de Felipão à Portugal foi para o casamento do seu filho, mas as especulações dão conta que ele estaria negociando sua volta ao comando da seleção portuguesa.

Comentários

Questão Brasil - 09/04/2019